Como ser Piloto?

1º Passo - Aptidões Físicas

Antes de decidir se realmente almeja seguir a bela carreira que é a aviação, é preciso saber se você está apto fisicamente e psicologicamente, não só para atender a requisitos, mas também para certificar você a desempenhar tarefas que serão executadas no dia a dia da profissão. É preciso acima de tudo se encontrar dentro dos requisitos abordados no RBAC 67, disponível logo abaixo:

 

RBAC 67 - Requisitos para concessão de Certificados Médicos Aeronáuticos - Este Regulamento aplica-se a qualquer pessoa que deseje obter ou revalidar um Certificado Médico Aeronáutico (CMA) de 1ª classe, 2ª classe ou 4ª classe.

 

Para iniciar o treinamento prático de Piloto Privado, você deve possuir, no mínimo um CMA (Certificado Médico Aeronáutico) de 2ª classe. Ele é emitido por Juntas Especiais de Saúde (JES) credenciadas pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

 

No Rio de Janeiro, o CEMAL (Centro de Medicina Aeroespacial) é o local mais comumente utilizado por residentes da cidade, o CEMAL exige pagamento antecipado de GRU (Guia de Recolhimento da União) para exame de saúde. Clique aqui para gerar GRU. Para pagamentos em outras Juntas de Saúde, médicos e clínicas, favor consultar o próprio local onde o exame será realizado. Não gere GRU da ANAC para exames de saúde.

 

 

2º Passo - Gerar um Código ANAC

Primeiramente, antes da realização dos exames de aptidão física, você deve gerar um código ANAC ou simplesmente CANAC, clique aqui para gerar o seu. Ele será o seu identificador em todos os lugares por onde você passa atuando como aviador. Ele é emitido pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), que é uma agência reguladora federal cuja responsabilidade é supervisionar a atividade de aviação civil no Brasil, tanto no que toca seus aspectos econômicos quanto no que diz respeito à segurança técnica do setor.

 

 

3º Passo - Matricular-se em um Curso Teórico

Agora que você já possuí um CANAC e CMA, está na hora que começar a estudar, estudar, estudar e estudar! Segundo o RBAC 61, outro regulamento que rege a emissão de licenças e carteiras, diz que todo piloto, deve ser certificado não só fisicamente, mas também teoricamente em matérias como Navegação, Teoria de Voo, Regulamentos de Trafego Aéreo, Meteorologia e Conhecimentos Técnicos. Para isso, é essencial que você esteja matriculado em um curso teórico, que também é oferecido pela STS. Clique aqui para acessar nossa lista de cursos para pilotos.

 

Após a conclusão do seu curso teórico, você já está apto a realizar a prova teórica da ANAC. Clique aqui para ver as orientações da ANAC quanto a solicitação de exames teóricos. Após a sua aprovação nos exames teóricos, você terá em mãos o seu CCT (Certificado de Capacidade Técnica).

 

 

4º Passo - Início do Treinamento Prático

Com CMA e CCT em mãos, você está apto a iniciar o treinamento prático de piloto privado. Neste site você encontra os valores das horas de voo de cada aeronave de nossa escola, disponíveis em Nossas Aeronaves. O treinamento prático tem duração de 40hrs, incluindo horas de voo noturnas e diurnas. Em seu término, você estará licenciado como Piloto Privado (PP), não podendo realizar voos, ou trasporte de pessoas com fins lucrativos, e habilitado em aeronaves monomotoras terrestres (MNTE).

 

 

5º Passo - Aptidões Físicas para Piloto Comercial

A carteira de PP-MNTE, ainda não é suficiente para que você siga para a próxima fase de sua formação, que é a de Piloto Comercial (PC), somente com ela você estará licenciado a transportar bens e pessoas com fins lucrativos. Para seguir essa trilha você deve estar portando um novo CMA, o de 1º Classe, que pode ser obtido da mesma forma que o de 2º classe, mas com novos requisitos mínimos para a concessão. Consulte novamente o RBAC 67 para saber se você está apto a seguir para a próxima fase.